Tiago Amorim, mestre do artesanato

Artista multifacetado e culto, o pernambucano pinta telas, cria esculturas de barro esmaltado e faz moda também. Conheça sua história.

Por Zizi Calderari

Fotos Saldador Cordado

Não lembro exatamente o ano, mas sinto até hoje a sensação de encantamento ao chegar ao Hotel 7 Colinas, em Olinda (PE), e encontrar os animais de Tiago. A partir da recepção, vacas, touros, pássaros e figuras gigantes de barro, praticamente em tamanho real, ficavam espalhados pelo jardim. Uma vaca se transformava fácil em um banco de dois lugares.

Era madrugada, ainda escuro, então aumentava a sensação do inusitado, absurdo, surreal. Mal clareou o dia eu já estava no jardim, entre aquelas figuras incríveis, e fui logo investigando o artista. No mesmo dia, liguei para Tiago e fui até sua casa-ateliê, em Olinda, onde ele molda e assa essas esculturas num forno que já é uma obra de arte.

Tiago Amorim é surpreendente. Homem culto, artista multifacetado… Pinta telas e também tem esculturas de barro esmaltado, e já fez moda também. Nos áureos tempos da Rhodia Têxtil, ele trabalhou com Livio Rangan e, na companhia de outros artistas, desenhou lindos vestidos.

Em 2019, durante a Expedição Pernambuco, minha equipe e eu tivemos o privilégio de fazer o registro de Tracunhaém (PE) em sua companhia, onde ele participou de vários movimentos de arte entre 1970 e 1980.

Confira o vídeo sobre o trabalho de Tiago Amorim:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TOP

Assine a &Design Magazine e fique por dentro das maiores tendências do mercado, da arte, da arquitetura, da moda, da decoração e muito mais!