Memória do design

Pioneira ao trazer o universo do design e da arquitetura de interiores para o mercado brasileiro, a revista Design & Interiores marcou um período de surgimento de diversos profissionais e empresas que acreditavam na importância do bom design como uma ferramenta fundamental para a criação da identidade de marca nos mais variados produtos.

Por Joice Joppert Leal

Ilustrações: Luísa Grigoletto

Muito antes do surgimento das redes sociais e dos influencers, e a consequente pulverização da informação em todas as áreas na atualidade, o design ganhou uma publicação pioneira: a revista Design & Interiores.

O magazine surgiu em junho de 1987, como um suplemento mensal encartado na edição 100 da revista Projeto. O cenário brasileiro dessa época era marcado pelos 25 anos da fundação da Esdi (Escola Superior de De- sign Industrial), o novato Prêmio Museu da Casa Brasileira, que estava em sua segunda edição, e a atuação pioneira do Núcleo de Desenho Industrial (NDI), que, desde a criação pelo empresário José Mindlin, me convidou para ser curadora e, posteriormente, diretora executiva do então Departamento de Tecnologia da Fiesp, mantendo parcerias e convênios com instituições importantes que tinham como objetivo estimular e melhorar a qualidade do design nacional.

À frente da empreitada da D&I estava o jornalista Vicente Wissenbach, o precursor de publicações especializadas em arquitetura. Primeiro com o Jornal Arquiteto e depois com a revista Projeto, periódico que se mantém até hoje como um dos mais importantes na América Latina, ao se firmar como registro histórico e de divulgação da produção arquitetônica nacional.

“Como jornalista, sempre tive um contato muito grande com o IAB (Instituto dos Arquitetos do Brasil). No início dos anos 1970, as entidades de classe expressavam o pensamento da sociedade civil e desempenharam um papel político muito importante na luta pela redemocratização do país.

Defendiam também a maior participação dos arquitetos no planejamento urbano. Além disso, por ser cunhado do arquiteto Alfredo Paesani, sempre convivi com muitos arquitetos, entre os quais João Batista Vilanova Artigas e Paulo Mendes da Rocha”, lembra Wissenbach.

Com essa bagagem, o jornalista fundou a Design & Interiores: a primeira revista brasileira especializada em design de produto e arquitetura de interiores, seguindo o modelo americano e europeu.

“Na época, pretendíamos mostrar o que se faz de melhor aqui e no exterior na área do design industrial. De maneira sempre atualizada, acompanhando os avanços tecnológicos, as novas tendências e com o propósito firme de valorizar os profissionais do setor, mostrando como o design ajuda as empresas a vender e vencer.

E também revelando a contribuição do design para o bem-estar das pessoas, livrando-se do estigma de mera maquiagem e coisa de elite. A revista D&I apoiou o design na conquista de seu espaço definitivo na cultura brasileira”, recorda-se.

Wissenbach convidou o jornalista Júlio Moreno para o posto de editor-executivo. “Na época, dividia meu tempo entre as redações da revista e do Jornal da Tarde. Como editor da revista, tenho orgulho da entrevista que fiz, no Rio de Janeiro, com o designer Sergio Rodrigues.

Estava acompanhado pela jornalista Lenita Outsuka, redatora da D&I. Mesmo experientes, mas sabendo da importância dele, estávamos receosos, com certo nervosismo. Ele foi fantástico com sua acolhida e logo nos conquistou”, conta o jornalista.

Depois que Júlio Moreno, a revista teve como editoras Lenita Outsuka e Adélia Borges, que ficou no cargo até 1994, quando a publicação foi descontinuada. Ao longo de sua trajetória de pioneirismo, a D&I contou com a colaboração de outros nomes importantes em sua redação, como João Carrascosa, Claudia Ribeiro Ferraz e Marili Brandão, além de colaboradores de peso, como Lêda Brandão de Oliveira, Alessandro Ventura, Güinter Parschalk, Alexandre Wolner e Luiz Cruz.

Em suas páginas, os brasileiros descobriam nomes de designers surgidos no cenário nacional, como Fulvio Nanni, Carlos Motta, Osvaldo Mellone, Paulo Segal, Denise Milan, Márcio Colaferro, Adriana Adams, Gilberto Franco, Esther Stiller, Luciano Devià, Gilberto Pacheco, Ari Beraldin e Rodolfo Scarpa, entre outros talentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TOP

Assine a &Design Magazine e fique por dentro das maiores tendências do mercado, da arte, da arquitetura, da moda, da decoração e muito mais!